O que é?


O bruxismo se caracteriza pelo hábito de apertar e ranger os dentes durante o estado do sono produzindo ou não sons.

Pessoas que sofrem de bruxismo normalmente têm fortes dores de cabeça, desgaste dos dentes, distúrbios da articulação mandibular, dores no pescoço e nos músculos da face por causa do esforço realizado pelos músculos da mastigação; estalos ao abrir e fechar da boca; dor e zumbido no ouvido e alterações do sono.

Ranger os dentes à noite e apertá-los durante o dia, formam um problema progressivo onde o paciente perde os parâmetros e só percebe que tem bruxismo se prestar atenção na própria tensão muscular ou se alguém ouvir o ranger noturno.

O estresse e a ansiedade fazem parte da vida e não do bruxismo


Em 100% dos casos as causas deste problema esta associado ao estresse. Por incrível que pareça todos os pacientes com sintomas de bruxismo têm aumento da tensão emocional.


Quando se obtém a informação que a causa do bruxismo é o estresse, ansiedade, ou simplesmente problema de oclusão dos dentes, não ocorre um encorajamento para procurar e investigar outras causas.


A maioria das dores musculoesquelética é de origem mecânica, ou seja, é provocada por uma posição ou um movimento aplicado nos músculos e articulações. É por isso que muitos pacientes com bruxismo, ATM, dor de cabeça e de coluna relatam desconforto ao acordar, tendo a melhora imediata quando levantam e passam a se movimentar.


O estresse tem se tornado cada vez mais comum e não necessariamente causa da dor, quando compreendido fica fácil administrá-lo.

O que os estudos dizem sobre o Bruxismo?


Estudos mostram que a posição da cabeça para frente leva a um enfraquecimento muscular do pescoço e posteriormente estiramento dos ligamentos, abaulamentos dos discos e nervos da coluna cervical.


Segundo o fisioterapeuta americano Knutson GA, a disfunção dos músculos da articulação da coluna cervical, particularmente da região superior, pode ser considerada como um fator de causa do bruxismo crônico em crianças.


Estudos mostram que o ato de ranger e apertar os dentes são uma tentativa subconsciente de remover interferências ou posicioná-los, a fim de ganhar o máximo de contatos. Isso pode ocorrer devido a uma tentativa de acomodar a cabeça, pescoço, ATM e boca evitando assim uma tensão provocada pela posição inadequada de dormir. Afinal, qual o momento mais comum de aparecer os sintomas do bruxismo?


É possível um tratamento definitivo sem encarar as verdadeiras causas do problema?

As posições agravantes atuam de forma combinada durante o dia e a noite, provocando tensão no pescoço, cabeça e face, e essa condição é mantida ao sentar e deitar, alimentados pelo desconhecimento da ergonomia e da posição do corpo e travesseiros inadequados ao dormir. A posição da cabeça altera a funcionalidade da coluna cervical e da ATM, e essa condição passa despercebido nas avaliações físicas.


O tratamento Ideal


É indispensável no tratamento do bruxismo uma abordagem da Fisioterapia Avançada que compreenda os fatores de risco e avalie o movimento e a posição da coluna cervical e ATM, complementando assim a abordagem medicamentosa e a utilização das placas interoclusais de silicone ou de acrílico.

Problemas de disfunção na ATM, dor de cabeça e no pescoço devem ser investigados para que o tratamento do bruxismo seja eficiente e definitivo.

Após uma avaliação minuciosa e um exame físico adequado é possível obter um diagnóstico mecânico do problema e desenvolver um tratamento eficaz, seguro, rápido, em poucas sessões, sem medicamento ou cirurgia.

Dr. Abnel Alecrim, Fisioterapeuta, Especialista em Reabilitação Musculoesquelética e Esporte, Campinas, SP, Brasil.

Veja o depoimento sobre o tratamento do Bruxismo

Fique livre das dores musculoesqueléticas. Faça a Fisioterapia Avançada.

Deixe seu recado:

Entre em Contato

(19) 3308-6330

(19) 3212-1140

Segunda à Sexta das 8h às 18h.

Solicitação de Agendamento

Agende uma avaliao!